Indicações

O ozônio de uso médico pode ter diferentes propriedades, depende da concentração da mistura de ozônio e oxigênio. Possui propriedades bactericidas, fungicida e virostática, por isso é largamente utilizado para tratamento de feridas infectadas, assim como doenças causadas por vírus e bactérias.

Sua habilidade de estimular a circulação é usada no tratamento de doenças circulatórias.

Quando utilizado em baixas concentrações, a resistência do organismo é mobilizada, ou seja, o ozônio ativa o sistema imunológico. Através do ozônio, a células imunológicas do corpo produzem citocinas (incluindo mediadores importantes como interferons e interleucinas); estas informam outras células imunológicas, ativando a cascata imunológica.

Longe de ser uma panacéia, o ozônio pode, no entanto, ser utilizado em tratamentos de um grande número de afecções. Graças às suas propriedades seletivas, o ozônio médico é utilizado em diferentes campos, algumas vezes como viga mestra do tratamento, outras com mero coadjuvante:

  • Tratamento de doenças de ordem circulatórias, inclusive geriatria;
  • Tratamento de doenças produzidas por vírus, como hepatite e herpes;
  • Tratamento de feridas e processos inflamatórios: úlceras abertas na pele, inflamações intestinais, queimaduras, feridas infectadas, infecções por fungos e outras;
  • Condições inflamatórias e reumáticas.